Thor: Ragnarok abraça o humor esquisito do diretor Taika Waititi de modo sem-vergonha e divertido

Ao trazer para o cinema um Thor engraçado, muito diferente da figura mais séria e imponente dos quadrinhos, a Marvel Studios adaptou a fantasia de Asgard para o universo mais leve e tecnológico de seus filmes e enfureceu uma legião de fãs do Deus do Trovão. Thor e Thor: O Mundo Sombrio não só acabaram … Continue lendo Thor: Ragnarok abraça o humor esquisito do diretor Taika Waititi de modo sem-vergonha e divertido

Atômica: Charlize Theron chutando bundas, mas não só isso

De cara já esqueça essa história de "versão feminina de John Wick". Atômica é muito mais que isso. As comparações são inevitáveis, uma vez que o filme estrelado por Charlize Theron herda do longa anterior do diretor David Leitch as cenas de lutas viscerais que garantem uma crueza da ação, mas se distancia desse tanto … Continue lendo Atômica: Charlize Theron chutando bundas, mas não só isso

Homem-Aranha: De Volta ao Lar – Enfim, o amigão da vizinhança

Um filme de Peter Parker. É assim, logo em seus primeiros momentos, ainda com os arranjos do tema musical clássico do herói ecoando em nossa mente, que Homem-Aranha: De Volta ao Lar se define. Não é exatamente um filme de origem, porque já sabemos essa história de cor; não é um filme de herói com … Continue lendo Homem-Aranha: De Volta ao Lar – Enfim, o amigão da vizinhança

Mulher-Maravilha é a essência da empatia, da esperança e do heroísmo

Filmes sobre heróis oriundos dos quadrinhos têm transitado ao longo dos anos por diferentes gêneros: da comédia ao filme policial, da space opera ao filme de guerra. E da mesma maneira, têm adquirido diversos tons: fantásticos ou realistas, sombrios ou descompromissados; com reflexões, contradições e dramas existenciais ou carregados de referências à cultura pop. Mulher-Maravilha, … Continue lendo Mulher-Maravilha é a essência da empatia, da esperança e do heroísmo

Dia da Toalha – 42 coisinhas sobre a vida, o universo e tudo mais

1. A resposta é 42. 2. Em 25 de maio de 2001 foi feita a primeira homenagem pelos membros da comunidade virtual h2g2 ao escritor Douglas Adams, falecido em 11 de maio do mesmo ano. 3. A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. 4. O primeiro filme da série Star … Continue lendo Dia da Toalha – 42 coisinhas sobre a vida, o universo e tudo mais

Que a Força esteja com elas! – As mulheres de Star Wars

Seja sacrificando-se pela rebelião ou caminhando para tornar-se a próxima jedi, as mulheres têm ocupado um papel maior de protagonismo nos filmes mais recentes de Star Wars. Um aumento de representatividade tardio mas bem-vindo, que enfurece os fãs mais “relutantes” (leia-se machistas) da franquia - afinal, você pode ser colorido, ter tentáculos e caudas, mas … Continue lendo Que a Força esteja com elas! – As mulheres de Star Wars

No riso e na emoção, Guardiões da Galáxia Vol. 2 é a essência e o coração da Marvel

São nos momentos em que sonoras gargalhadas são acompanhadas de suaves lágrimas, e nos instantes em que o esquisito e o absurdo revelam o que de mais profundo e humano existe em nossas relações que enxergamos a força e a beleza de Guardiões da Galáxia Vol. 2. A deliciosa e surpreendentemente emocionante sequência de um … Continue lendo No riso e na emoção, Guardiões da Galáxia Vol. 2 é a essência e o coração da Marvel

Seja a garota dos seus próprios sonhos – uma reflexão sobre o estereótipo da Manic Pixie Dream Girl

Ainda que você não conheça o termo, você certamente já se deparou com uma Manic Pixie Dream Girl (ou MPDG), no cinema, na TV ou na literatura. Fofa, engraçada, esquisita, adorável e diferente, ela quase sempre vem com um cabelo colorido, um sorriso infinito um gosto musical excêntrico e uma saia rodada. E se você … Continue lendo Seja a garota dos seus próprios sonhos – uma reflexão sobre o estereótipo da Manic Pixie Dream Girl

Entre reproduzir o clássico e buscar o novo, A Bela e a Fera não encontra seu próprio brilho

Mesmo que sua história tenha aspectos questionáveis, sobretudo quando pensados a partir de uma perspectiva atual, é inegável a importância histórica de A Bela e a Fera (animação de 1991) para a Disney e para o cinema. O longa destaca-se não apenas por fazer parte de um momento de renascença criativa do estúdio, mas também … Continue lendo Entre reproduzir o clássico e buscar o novo, A Bela e a Fera não encontra seu próprio brilho